PLANTAS MEDICINAIS

As plantas consideradas medicinais, contém substâncias bio-ativas com propriedade terapêuticas, profilática e paliativa, conhecidas desde os tempos remotos. Essas plantas são utilizadas pela medicina atual, chamada fitoterápia e suas propriedades são estudadas nos laboratórios farmacêuticos, a fim de isolar as substâncias que lhe conferem propriedades curativas. Muitas destas plantas são venenosas ou tóxicas, devendo ser usadas em doses muito pequenas para terem o efeito desejado. Toda a planta, mesmo alimentícia, pode ser potencialmente tóxica dependendo da dosagem.

PASSE O CURSOR SOBRE A FOTO PARA LER (NÃO CLIQUE)

TEMÁTICA

As plantas medicinais são utilizadas pela medicina atual (fitoterapia). Entretanto, a planta “in natura” ou pré porcessada utilizada pela população sem recomendação médica é uma prática denominada “Medicina Popular” e obviamente tem seus riscos, como a dificuldade em se estabelecer dose, posologia e, em alguns casos, a verdadeira identidade de algumas espécies.

Desta forma, este espaço apresenta o uso das plantas medicinais como alternativa terapêutica e para tanto, deve ser acompanhada por um profissional da saúde.



LED Scroller Generator

As informações aqui contidas não têm caráter de aconselhamento e muito menos de diagnóstico, apenas informativa. Consulte sempre um profissional da saúde para qualquer tipo de informação.

4 de jul de 2009

CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA DAS PLANTAS MEDICINAIS-22


CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA
NOÇÕES BÁSICAS
A maioria das plantas são conhecidas pelo seu nome popular e variam muito de regiões dentro de um pais e da mesma forma, de um pais para outro. Deste modo, é usado o nome científico para especificar e identificar uma planta em qualquer lugar. Usamos então, a classificação binomial que é um sistema internacionalmente aceito. De acordo com este método:

1. Duas palavras designam uma espécie. A primeira refere-se ao gênero e a segunda identifica a espécie; geralmente em caracteres “itálicos” e em Latim. A primeira letra do gênero deve ser maiúscula e todas as demais minúsculas.
Ex. :
Euphorbia tirucalli L. (nome popular = Avelós)
Euphorbia = gênero
Trucalli = espécie
L. = autor da descrição (Linnaeus, abreviado)

2. Quando o nome do gênero é seguido por “sp”, significa que a identificação de uma amostra é feita somente a nível de gênero.
Ex.: Oxalis sp (Nome popular = Trevo)

3. Quando o gênero é seguido por “spp”, significa que é uma característica presente em todas as espécies de um gênero.
Ex.: Senecio spp (nome popular= Flor-das-Almas)

4. Além do nome científico da espécie, há ainda uma sucessão hierárquica de agrupamentos : Reino, Divisão, Classe, Ordem e Família.

5. Família: Refere-se a um agrupamento de gêneros. O nome científico da família a qual determinado gênero pertence deve ser escrito em caracteres normais, em geral com a primeira letra maiúscula e terminação em aceae (pronuncia-se "aceé").
Ex.: Liliaceae ( nome popular= Espada-de-S.Jorge)

Nenhum comentário:

Postar um comentário