PLANTAS MEDICINAIS

As plantas consideradas medicinais, contém substâncias bio-ativas com propriedade terapêuticas, profilática e paliativa, conhecidas desde os tempos remotos. Essas plantas são utilizadas pela medicina atual, chamada fitoterápia e suas propriedades são estudadas nos laboratórios farmacêuticos, a fim de isolar as substâncias que lhe conferem propriedades curativas. Muitas destas plantas são venenosas ou tóxicas, devendo ser usadas em doses muito pequenas para terem o efeito desejado. Toda a planta, mesmo alimentícia, pode ser potencialmente tóxica dependendo da dosagem.

PASSE O CURSOR SOBRE A FOTO PARA LER (NÃO CLIQUE)

TEMÁTICA

As plantas medicinais são utilizadas pela medicina atual (fitoterapia). Entretanto, a planta “in natura” ou pré porcessada utilizada pela população sem recomendação médica é uma prática denominada “Medicina Popular” e obviamente tem seus riscos, como a dificuldade em se estabelecer dose, posologia e, em alguns casos, a verdadeira identidade de algumas espécies.

Desta forma, este espaço apresenta o uso das plantas medicinais como alternativa terapêutica e para tanto, deve ser acompanhada por um profissional da saúde.



LED Scroller Generator

As informações aqui contidas não têm caráter de aconselhamento e muito menos de diagnóstico, apenas informativa. Consulte sempre um profissional da saúde para qualquer tipo de informação.

9 de jun de 2014

AÇAFRÃO - Crocus sativus L - Propriedades Medicinais - 119









Resultado final

FAMILIA
Iridáceas
NOME CIENTÍFICO
Crocus sativus L
NOME POPULAR
PARTE USADA
Estigmas da flor
PRINCÍPIO ATIVO
Princípios amargos (crocina e picrocina) e 1 óleo essencial.
PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS
Uso medicinal Os estigmas encerram propriedades emenagogas, antiespasmódicas, eupépticas, sedativas. São empregados nos casos de asma, coqueluche, histeria, bem como contra os cálculos dos rins, do fígado e da bexiga. Oito a dez estigmas, em infusão, são suficientes para um chá. Para combater as hemorróidas, aplicam-se cataplasmas quentes, preparados com o infuso desta planta (três gramas para uma xícara de água).
INDICAÇÕES 
 É digestivo, aperitivo, carminativo, antiespasmódico e emenagogo. Indicações Combate a tosse causada pela bronquite crônica, ansiedade, insônia.
DESCRIÇÃO BOTÂNICA
 Planta herbácea, bulbosa. Folhas compridas, arroxeadas. Flor amarela ou vermelha. Os estigmas dessecados fornecem o “açafrão” conhecido no comércio, e que é uma matéria amarela usada como corante e condimento
Cultivo
ORIGEM
Ásia central
CURIOSIDADES HISTÓRICAS
É tida como uma das mais caras ou a mais cara especiaria do mundo uma vez que, para se obter um quilo de açafrão seco, são processadas manualmente cerca de 150.000 flores, e é preciso cultivar uma área de aproximadamente 2000  m².1 Quando seca, a flor desprende de seus órgãos um pigmento amarelo e um óleo volátil, tradicionalmente usado como corante de tecidos.
Estigmas
MODO DE USAR
É utilizado para dar uma coloração amarelada ao arroz e em sopas e massas e na indústria alimentícia como condimento, corante natural e aromatizante. Usada principalmente na elaboração de risotos, paella, sopa de peixe e bacalhau à espanhola.
CONTRA INDICAÇÕES.
Consumo desaconselhável para mulheres grávidas.
 Em doses altas é tóxico, abortivo e produz graves transtornos nervosos e renais
Fonte:
pt.wikipedia.org
www.herbario.com.br
Formatação: Helio Rubiales

Um comentário:

  1. Muito bom seu site! acbei de criar um blog com o tema de plantas medicinais, pois como estou aprofundando meus estudos sobre o assunto, achei legal ir dividindo minhas descobertas. dps voltaei e lerei com mais calma cada post. abraço

    http://livrodasplantas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir