PLANTAS MEDICINAIS

As plantas consideradas medicinais, contém substâncias bio-ativas com propriedade terapêuticas, profilática e paliativa, conhecidas desde os tempos remotos. Essas plantas são utilizadas pela medicina atual, chamada fitoterápia e suas propriedades são estudadas nos laboratórios farmacêuticos, a fim de isolar as substâncias que lhe conferem propriedades curativas. Muitas destas plantas são venenosas ou tóxicas, devendo ser usadas em doses muito pequenas para terem o efeito desejado. Toda a planta, mesmo alimentícia, pode ser potencialmente tóxica dependendo da dosagem.

PASSE O CURSOR SOBRE A FOTO PARA LER (NÃO CLIQUE)

TEMÁTICA

As plantas medicinais são utilizadas pela medicina atual (fitoterapia). Entretanto, a planta “in natura” ou pré porcessada utilizada pela população sem recomendação médica é uma prática denominada “Medicina Popular” e obviamente tem seus riscos, como a dificuldade em se estabelecer dose, posologia e, em alguns casos, a verdadeira identidade de algumas espécies.

Desta forma, este espaço apresenta o uso das plantas medicinais como alternativa terapêutica e para tanto, deve ser acompanhada por um profissional da saúde.



LED Scroller Generator

As informações aqui contidas não têm caráter de aconselhamento e muito menos de diagnóstico, apenas informativa. Consulte sempre um profissional da saúde para qualquer tipo de informação.

5 de jun de 2014

CAFÉ - Coffea arabica L - Proriedades medicinais - 118






Plantação





FAMILIA
Rubiaceae

NOME CIENTÍFICO
Coffea arabica L

NOME POPULAR
Cafeeiro, Café . Outros países: Port .: cafeeiro; Esp .: cafeto, café; Fr .: caféier, café; Ing .: coffe tree.

PARTE USADA
Sementes

PRINCÍPIO ATIVO
Cafeína, óleo essencial.

PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS
Estimulante do sistema nervoso, do aparelho circulatório, aumenta secreção de sucos gástricos.

INDICAÇÕES
O emprego medicinal do café excepcionalmente justifica-se desde que não haja outros tratamentos com menos efeitos secundários: Intoxicação alcoólica aguda, onde o café pode neutralizar os efeitos depressivos do álcool Desmaio, desfalecimento por esgotamento físico e fadiga (infusão dos grãos verdes ou torrados) cefaléia, enxaqueca, congestão cerebral por gripe ou afecções catarrais, febre, também em infusão

COMPOSIÇÃO QUÍMICA
 A composição química do café inclui, além da famosa cafeína, outras substâncias cujos efeitos foram temas de inúmeras pesquisas., contem as lactonas que possuem ação sobre o sistema nervoso central.
 Outros componentes são a celulose, que estimula os intestinos; os minerais, importantes para o metabolismo; os açúcares e o tanino, que contribuem para o sabor; e os lipídeos, que dão aquele aroma especial.

DESCRIÇÃO BOTÂNICA
Arbusto de até 4 m de altura, caule reto de casca cinzenta e rugosa. Copa cônica com ramos laterais pendentes. Folhas onduladas nos bordos e de coloração verde-acinzentada quando jovens, verde-brilhante posteriormente. Flores brancas aglomeradas ao longo dos ramos, aromáticas e atrativas para abelhas.

Fruto fruto em forma ovoide, é uma drupa elipsoidal de coloração verdes passando a vermelho e tornando-se preto de acordo com as fases de maturação. Casca lisa e brilhante, contendo sementes de coloração acinzentada, branco-amarelada ou amarelo- esverdeada, envoltas por polpa branca, adocicada.

Flores brancas, aromáticas, reunidas em número de 2 a 6, formando glomérulos situados na axila das folhas. As flores normais do cafeeiro abrem-se nas primeiras horas da manhã e permanecem abertas durante todo o dia.

ORIGEM
Africa

CURIOSIDADES HISTÓRICAS 
-História do café
A história do café é marcada por interessantes acasos e coincidências. Sua origem é estimada em cerca de mil anos e está associada aos árabes, que primeiro cultivaram a fruta. A região de Kafa, no Oriente Médio, parece ser o berço do café , tendo inclusive emprestado seu nome à bebida. Mas interessante mesmo são os primeiros registros acerca do café , nos quais podemos perceber como a observação dos animais inspira nosso cotidiano. Café Tudo começou na Etiópia, quando um pastor percebeu que suas cabritas gostavam de comer certo fruto pequenino, vermelho e arredondado. Estas mesmas cabritas se mostravam mais espertas e resistentes depois de comê-lo. Quando o pastor resolveu experimentar as frutas (esmagou-as com manteiga e fez uma pasta), conheceu os efeitos estimulantes do café . A versão bebida, porém, vem dos árabes. Isto foi no século XV. Com o passar do tempo, o café seria não só saboreado, como estudado em seus efeitos estimulantes e revigorantes. Através do comércio dos árabes com os europeus, o consumo do café foi se ampliando e, com as grandes navegações, chegou às Américas Central e do Sul.

-No Brasil
O café chegou em 1727, pelas mãos de Francisco de Melo Palheta, sargento-mor do exército. Durante uma missão oficial na Guiana Francesa, foi convidado a percorrer plantações de café. Na volta, trouxe sementes e mudas que foram plantadas em Belém, onde morava. Em 1731, o Brasil, através do Maranhão e do Pará, já exportava café para Portugal. A partir de 1760, o café chegou também ao Rio de Janeiro, capital do Brasil Colonial, e de lá se espalhou para o Espírito Santo, São Paulo e Paraná. Em 1800, o Triângulo Mineiro também já possuía cafezais. Após a Proclamação da República, em 1889, o Brasil já produzia 5.586 mil sacas de 60kg de café . O chamado "ouro verde" tornou o país, já nessa época, o maior produtor mundial do fruto. Durante muito tempo, o café permaneceu como o maior produto da economia brasileira e ditou os rumos políticos do país. Hoje, o país possui torrefadoras que estão entre as maiores e mais modernas do mundo.

MODO DE USAR
Depois de colhidos os grãos são secos.  A próxima etapa é a retirada de cascas e impurezas, logo depois será torrado e moído
Grãos com casca
Grãos torrados


CONTRA INDICAÇÕES.
Seu uso habitual está relacionado com o câncer da bexiga, do pâncreas, do cólon e com o aumento do colesterol do sangue.
Formatação e pesquisa: Helio Rubiales
www.mogyana.com.br
www.cantoverde.org
 www.ibge.gov.br

Um comentário:

  1. Olá, Parabéns pelos artigos, eles tornaram o Blog excelente!!!
    Somos da Gramas Pardim uma empresa que produz, comercializa e aplica Grama Natural de altíssima qualidade nos mais diversos segmentos e regiões do Brasil.
    Visite nosso site e confira os Tipos de Grama que trabalhamos:
    Grama Esmeralda
    Grama Bermudas
    Grama São Carlos
    Grama Batatais
    Grama Santo Agostinho
    Grama Coreana

    Fornecemos para todo o Brasil, solicite-nos um orçamento para sua cidade e obtenha o melhor Preço de Grama do mercado, entre tantos municípios distribuímos:
    Grama em São Paulo SP
    Grama em Campinas SP
    Grama em Guarulhos SP
    Grama em Ribeirão Preto SP
    Grama em Belo Horizonte MG
    Grama em Rio de Janeiro RJ
    Confira !!!

    ResponderExcluir