PLANTAS MEDICINAIS

As plantas consideradas medicinais, contém substâncias bio-ativas com propriedade terapêuticas, profilática e paliativa, conhecidas desde os tempos remotos. Essas plantas são utilizadas pela medicina atual, chamada fitoterápia e suas propriedades são estudadas nos laboratórios farmacêuticos, a fim de isolar as substâncias que lhe conferem propriedades curativas. Muitas destas plantas são venenosas ou tóxicas, devendo ser usadas em doses muito pequenas para terem o efeito desejado. Toda a planta, mesmo alimentícia, pode ser potencialmente tóxica dependendo da dosagem.

PASSE O CURSOR SOBRE A FOTO PARA LER (NÃO CLIQUE)

TEMÁTICA

As plantas medicinais são utilizadas pela medicina atual (fitoterapia). Entretanto, a planta “in natura” ou pré porcessada utilizada pela população sem recomendação médica é uma prática denominada “Medicina Popular” e obviamente tem seus riscos, como a dificuldade em se estabelecer dose, posologia e, em alguns casos, a verdadeira identidade de algumas espécies.

Desta forma, este espaço apresenta o uso das plantas medicinais como alternativa terapêutica e para tanto, deve ser acompanhada por um profissional da saúde.



LED Scroller Generator

As informações aqui contidas não têm caráter de aconselhamento e muito menos de diagnóstico, apenas informativa. Consulte sempre um profissional da saúde para qualquer tipo de informação.

17/07/2009

LARANJA - Citrus aurantium L. - Propriedades Medicinais - 11


Flor da laranjeira
Flor
Flor e fruto
Árvore carregada com frutos
Laranjal
LARANJA
FAMÍLIA: Rutaceae
NOME CIENTÍFICO: Citrus aurantium L.
NOME POPULAR
laranja-doce; laranja-de-umbigo; laranja-pêra; laranja-baia; laranja-valência; laranja-natal
PARTE USADA: Folhas, flores e frutos
PRINCÍPIO ATIVO:Vitaminas e sais minerais
PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS
Ajuda a tratar de: Anemia, escorbuto, estados febris, gripes, intestino preso, problemas digestivos (azia, acidez, atonia, gases, cólicas, gastrites, úlceras etc.), resfriados, tensão nervosa.
INDICAÇÃO
Fornecedor de vitaminas A, B1, B2, B3 e C; sais minerais: Ca, K, P, Na, S, Mg, Cl,Si e Fé. Depurativo do sangue; eficiente contra o artritismo, asma e vias respiratórias, estuimulante dos órgãos digestivos e laxante. Calmante do SNC, recomendado em casos de histerismo e neurastenia; nevralgias; dores de cabeça e especialmente contra gripes, resfriados e febres.
DESCRIÇÃO BOTÂNICA
É uma árvore de porte médio, podendo atingir até 8 m de altura, seu tronco possui casca castanho-acinzentada, sua copa é densa e de formato arredondado. Folhas de textura firme e bordos arredondados, exala um aroma característico quando maceradas. As flores são pequenas, de coloração branca, aromáticas e atrativas para abelhas. Possui fruto de formato e coloração variável de acordo com a variedade, com casca de coloração alaranjada, envolvendo uma polpa aquosa de coloração que pode variar de amarelo-clara a vermelha. Sementes arredondadas e achatadas, de coloração verde esbranquiçada. A planta desenvolve-se melhor em climas com temperatura entre 23 e 32 °C. Vale ressaltar que, em alguns citrus, o vigor e a longevidade das plantas são favorecidos por clima mais ameno, bem como a qualidade e quantidade dos frutos. A resistência ao frio varia de acordo com a variedade.
VARIEDADES
Cientificamente a laranja-doce é conhecida como Citrus sinesis e a laranja-azeda como Citrus aurantium, ambas Dicotyledonae, Rutaceae.
-LARANJA DOCE: destacam-se as variedades Pera (maturação semi-tardia), Natal (tardia), Valencia (tardia), Bahia (semi-precoce), Baianinha (semi-precoce); Lima, Piralima, Hamlim (semi-precoce), a espécie laranja-azeda é representada pelas laranjas-da-terra. A laranja doce tem porte médio, folhas tamanho médio com apice ponteagudo base arredondada, pecíolo pouco alado, flores com tamanho médio, solitárias ou em racimos, com 20-25 estames, ovário com 10-13 lóculos. Sementes ovoides, levemente enrugadas e poliembrionicas.
-LARANJA AZEDA: tem porte médio a grande, folha com lâmina estreita, ponteaguda, base arredondada, flores grandes, completas; fruto ácido e amargo, de difícil consumo. Dos brotos, folhas e casca do fruto retira-se uma série de óleos essenciais, aromáticos, de alto valor em perfumaria e farmacopeia.
ORIGEM: Ásia, Índia e China
COMPOSIÇÃO
Cada 100 gramas de laranja (Citrus x sinensis) :
Calorias.................................................... 65kcal
Proteínas................................................. 0,6g
Gorduras.................................................. 1g
Vitamina A ..............................................195 U.l.
Vitamina B1 (Tiamina).......................... 135 mcg
Vitamina B2 (Riboflavina).................... 150 mcg
Vitamina B3 (Niacina)........................... 0,25 mg
Vitamina C (Ácido ascórbico)............... 48 mg
Cálcio....................................................... 45 mg
Potássio................................................... 36 mg
Fósforo.................................................... 21 mg
Sódio....................................................... 13 mg
Enxofre ...................................................11 mg
Magnésio.................................................. 8 mg
Cloro......................................................... 2 mg
Silício................................................... 0,45 mg
Ferro...................................................... 0,2 mg
Fonte: www.guianet.com.br

VARIEDADES DE LARANJAS NO BRASIL
Laranja-da-baía
Também conhecida como laranja-de-umbigo porque tem uma saliência na parte de baixo. Tem sabor adocicado, polpa muito suculenta e casca amarelo-gema. Dá bastante suco, podendo ser consumida ao natural, em refrescos ou como ingrediente de pratos especiais. Por ser pouco ácida, seu suco pode ser misturado ao de outras variedades (como laranja-pêra e laranja-barão) com bons resultados. É o tipo de laranja que contém a maior quantidade de vitamina C.
Laranja-da-terra
Conhecida em algumas regiões como laranja-cavala e em outras como laranja-azeda oularanja-bigarada, tem cor amarelo-forte com tons avermelhados, forma achatada e não é muito grande. De sabor ácido e polpa suculenta, pode ser consumida em forma de suco, masa melhor maneira de prepará-la é a compota, tipo de doce em que a casca também pode ser usada.
Laranja-lima
É a variedade menos ácida, sendo, por isso, muito recomendada para bebês. Tem casca fina de cor amarelo-clara, sabor suave e doce e polpa muito suculenta. É ótima para ser comida em gomos, mas não se presta a outros preparos culinários.
Laranja-seleta
Quase do tamanho da laranja-da-baía, é bem suculenta, tem sabor adocicado, pouco ácido, e casca amarelo-clara. Excelente para ser consumida ao natural ou em sucos, não se presta para preparações culinárias.
Laranja-pêra
Menor que as outras variedades, tem casca fina e lisa, cor amarelo-avermelhada e polpa suculenta. Tem sabor adocicado, e é especial para o preparo de sucos e geléias.
Laranja-barão
Embora com formato parecido ao da laranja-pêra, é menor e tem cor mais clara. Sua casca é fina e lisa e a polpa muito suculenta, sendo recomendada para o preparo de sucos e pratos especiais.

PRECAUÇÕES
Ao usar a essência (ou qualquer parte - o suco) de laranja na pele, não se exponha ao sol ou poderá sofrer queimaduras sérias (mesmo pequenos respingos do suco podem manchar a pele)..
Fonte:
Portalsaofrancisco.com.br
www.guianet.com.br
portalnatural.com.br
Formatação e pesquisa:HRubiales

Nenhum comentário:

Postar um comentário