PLANTAS MEDICINAIS

As plantas consideradas medicinais, contém substâncias bio-ativas com propriedade terapêuticas, profilática e paliativa, conhecidas desde os tempos remotos. Essas plantas são utilizadas pela medicina atual, chamada fitoterápia e suas propriedades são estudadas nos laboratórios farmacêuticos, a fim de isolar as substâncias que lhe conferem propriedades curativas. Muitas destas plantas são venenosas ou tóxicas, devendo ser usadas em doses muito pequenas para terem o efeito desejado. Toda a planta, mesmo alimentícia, pode ser potencialmente tóxica dependendo da dosagem.

PASSE O CURSOR SOBRE A FOTO PARA LER (NÃO CLIQUE)

TEMÁTICA

As plantas medicinais são utilizadas pela medicina atual (fitoterapia). Entretanto, a planta “in natura” ou pré porcessada utilizada pela população sem recomendação médica é uma prática denominada “Medicina Popular” e obviamente tem seus riscos, como a dificuldade em se estabelecer dose, posologia e, em alguns casos, a verdadeira identidade de algumas espécies.

Desta forma, este espaço apresenta o uso das plantas medicinais como alternativa terapêutica e para tanto, deve ser acompanhada por um profissional da saúde.



LED Scroller Generator

As informações aqui contidas não têm caráter de aconselhamento e muito menos de diagnóstico, apenas informativa. Consulte sempre um profissional da saúde para qualquer tipo de informação.

01/08/2009

GOIABA - Psidium guajava L - Propriedades Medicinais - 19

Flor
Flor
Goiaba vermelha

Goiaba
Goiaba na árvore
Árvore
GOIABA
FAMÍLIA: Myrtaceae
NOME CIENTÍFICO: Psidium guajava L
NOME POPULAR
goiabeira, guava, goiaba, goiabeira branca, goiaba pêra, goiaba branca, goiaba vermelha, araçá goiaba, araçá guaçu, guaiaba, guaiava, araçá guaiaba
PARTE USADA: Folhas, flores e frutos
PRINCÍPIO ATIVO: Óleo essêncial, mucilagens, taninos, saponinas, resina, pectina
PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS
Entre as muitas frutas brasileiras, a goiaba é uma das mais comuns. É uma fruta de grande valor nutritivo. Possui quantidade razoável de sais minerais, como cálcio e fósforo. Auxilia no tratamento de: Diarréias, disenterias, excesso de ácido úrico, feridas, ferimentos diversos, gripes, resfriados, retenção de líquidos. Cicatrizante de feridas e usada no combate à diarréia. Ajuda a prevenir à acidez do estômago.


Variedade branca


Variedade vermelha

DESCRIÇÃO BOTÂNICA
Árvore de porte pequeno a médio, geralmente de 3-5 m de altura, tortuosa, esgalhada, às vezes atingindo 8m de altura, de casca lisa, delgada, castanho arroxeada, que, quando velha, se desprende em lâminas. Os ramos do ano, com comprimento médio de 60-150 cm, direcionam-se paralelamente ou perpendicularmente ao solo. Apenas destes ramos surgem as inflorescências, o que caracteriza a goiabeira como planta que produz em “ramo do ano”. As flores são hermafroditas, sem glândulas nectaríferas, com androceu formado por numerosos estames (cerca de 350). O gineceu, com ovário ínfero, é tri ou tetra locular, com numerosos óvulos. O fruto é uma baga globosa. Internamente, apresenta um mesocarpo de textura firme e quatro a cinco lóculos, cheios por uma massa de consistência pastosa, onde estão numerosas sementes, de forma ovóide, de coloração verde-amarelada quando maduro, muito aromático. Polpa abundante que envolve muitas sementes, duras, pequenas e de formato reniforme. Surgem de dezembro a marco.
COMPOSIÇÃO
Quantidade por Porção ............................................................................% .VD (*)
Valor Energético............................. 28,1 Kcal = 118,2 Kj.................... 1
Carboidratos............................................. 6,4 g..................................... 2
Proteínas...................................................0,7 g....................................... 1
Gorduras Totais .......................................0,0 g..................................... 0
Gorduras Saturada........................................0,0 g................................ 0
Gorduras Trans................................................ 0,0 mg......................... 0
Fibra Alimentar............................................. 3,6 g............................... 14
Cálcio.............................................................. 14,7 mg .........................1
Ferro.................................................................. 0,5 mg........................... 3
Sódio............................................................... nd........................................ 0
Fósforo......................................................... 17,4 g..................................... 2
Vitamina A............................ .................53,6 g.......................................... 9
Vitamina B1............................... 0,0067 mg............................................... 1
Vitamina B2................................... 0,0268 mg............................................. 2
Niacina............................... 0,804 mg.............................................................. 5
Vitamina C ..............................30,552 mg.................................................. 68
* Valores Diários com base em uma dieta de 2.500 Kcal ou 8.400 Kj seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. *ND = Não Disponivel
Fonte: www.polifruta.com.br
INDICAÇÕES E MODO DE USAR
1-Gripe e resfriados
Fruto in natura, por ser rico em Vitamina C.
2 -Hemorragias uterinas, incontinência da urina, a inchação das pernas e pés, cólera infantil e gastrenterite, usar da seguinte forma:
*Decocção: 30 g. de folhas da planta em 1 litro de água, ferver por 10 minutos em fogo brando. Deixar em repouso por 20 minutos e depois coar. Tomar 1 xícara 3 vezes ao dia.
3-Diarréia
*A goiaba é muito adstringente, sendo aconselhada por alguns para curar as diarréias mais rebeldes. Essa propriedade do fruto se observa também no seu doce natural ou goiabada caseira.
*Goiaba verde bem amassada, cozida em água, sendo coado o respectivo cozimento, dá um caldo que, tomado em clisteres, juntamente com banhos de cozimento de suas folhas, combate de modo eficaz as diarréias renitentes.
4-Distúrbios digestivos
Com os grelos ou folhas tenras de seus ramos, especialmente quando misturados com grelos e folhas de laranjeira azeda, prepara-se um chá medicinal de pronto efeito no tratamento das indigestões.
Fonte: www.portalnatural.com.br
educar.sc.usp.br
www.docemel.com.br
Wikipédia
Fonte: www.docemel.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário