PLANTAS MEDICINAIS

As plantas consideradas medicinais, contém substâncias bio-ativas com propriedade terapêuticas, profilática e paliativa, conhecidas desde os tempos remotos. Essas plantas são utilizadas pela medicina atual, chamada fitoterápia e suas propriedades são estudadas nos laboratórios farmacêuticos, a fim de isolar as substâncias que lhe conferem propriedades curativas. Muitas destas plantas são venenosas ou tóxicas, devendo ser usadas em doses muito pequenas para terem o efeito desejado. Toda a planta, mesmo alimentícia, pode ser potencialmente tóxica dependendo da dosagem.

PASSE O CURSOR SOBRE A FOTO PARA LER (NÃO CLIQUE)

TEMÁTICA

As plantas medicinais são utilizadas pela medicina atual (fitoterapia). Entretanto, a planta “in natura” ou pré porcessada utilizada pela população sem recomendação médica é uma prática denominada “Medicina Popular” e obviamente tem seus riscos, como a dificuldade em se estabelecer dose, posologia e, em alguns casos, a verdadeira identidade de algumas espécies.

Desta forma, este espaço apresenta o uso das plantas medicinais como alternativa terapêutica e para tanto, deve ser acompanhada por um profissional da saúde.



LED Scroller Generator

As informações aqui contidas não têm caráter de aconselhamento e muito menos de diagnóstico, apenas informativa. Consulte sempre um profissional da saúde para qualquer tipo de informação.

28/09/2009

ABOBRINHA - Cucurbita pepo L -Propriedades Medicinais - 44

Flor


ABOBRINHA
FAMÍLIA: Cucurbitáceas
NOME CIENTÍFICO: Cucurbita pepo L
NOME POPULAR:
Abobrinha, courgette, abobrinha-menina, abobrinha-italiana.
PARTE USADA:Fruto
PRINCÍPIO ATIVO:rica em vitamina A e B
PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS
Anti-helmíntica, antiinflamatória, diurética, emoliente.
INDICAÇÃO
Por ser de fácil digestão, a abobrinha é recomendada para , pessoas que têm aparelho digestivo delicado. Ela é rica em vitamina A, que auxilia o crescimento, conserva a saúde da pele e da vista. Contém também sais minerais importantes, como o cálcio, o ferro e o fósforo.
A abobrinha tem ainda uma boa quantidade de celulose, elemento que ajuda no bom funcionamento do intestino.
DESCRIÇÃO BOTÂNICA
A abobrinha, ou courgette (Cucurbita pepo L.) é um fruto pertencente à família cucurbitáceas, assim como a melancia, o melão, o pepino e a moranga. Pertence ainda ao género das abóboras e costuma-se colher ainda verde.
TIPOS
Os dois tipos de abobrinha são mais comuns no mercado brasileiro: a abobrinha tipo menina, que tem o fruto com pescoço e a tipo italiana, com o fruto alongado sem pescoço. As cores vão do verde bem claro, quase branco, até verde médio com faixas de cor verde mais escuro
ORIGEM: continente americano, do Peru até sul dos Estados Unidos
COMPOSIÇÃO
100 g contêm, em média:
Macrocomponentes
Glicídios (g)............................................... 4
Proteínas (g)............................................. 2
Lipídios (g)................................................ 0
Fibras alimentares (g)............................. 0
Vitaminas
Vitamina A1 (mg).................................. 23
Vitamina B1 (mg)................................ 230
Vitamina B2 (mg).................................. 80
Vitamina B3 (mg).................................... 0
Vitamina C (mg)...................................... 2
Minerais
Sódio (mg).............................................. 29
Potássio (mg)....................................... 186
Cálcio (mg)............................................. 20
Fósforo (mg).......................................... 15
Ferro (mg)............................................... 0
Conteúdo energético (kcal)
Fonte: www.oton.com.br
www.ceasacampinas.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário