PLANTAS MEDICINAIS

As plantas consideradas medicinais, contém substâncias bio-ativas com propriedade terapêuticas, profilática e paliativa, conhecidas desde os tempos remotos. Essas plantas são utilizadas pela medicina atual, chamada fitoterápia e suas propriedades são estudadas nos laboratórios farmacêuticos, a fim de isolar as substâncias que lhe conferem propriedades curativas. Muitas destas plantas são venenosas ou tóxicas, devendo ser usadas em doses muito pequenas para terem o efeito desejado. Toda a planta, mesmo alimentícia, pode ser potencialmente tóxica dependendo da dosagem.

PASSE O CURSOR SOBRE A FOTO PARA LER (NÃO CLIQUE)

TEMÁTICA

As plantas medicinais são utilizadas pela medicina atual (fitoterapia). Entretanto, a planta “in natura” ou pré porcessada utilizada pela população sem recomendação médica é uma prática denominada “Medicina Popular” e obviamente tem seus riscos, como a dificuldade em se estabelecer dose, posologia e, em alguns casos, a verdadeira identidade de algumas espécies.

Desta forma, este espaço apresenta o uso das plantas medicinais como alternativa terapêutica e para tanto, deve ser acompanhada por um profissional da saúde.



LED Scroller Generator

As informações aqui contidas não têm caráter de aconselhamento e muito menos de diagnóstico, apenas informativa. Consulte sempre um profissional da saúde para qualquer tipo de informação.

22 de out de 2009

RABANETE - Raphanus sativus - Propriedades Medicinais - 59

Flor


RABANETE
FAMÍLIA: Brassicaceae
NOME CIENTÍFICO: Raphanus sativus
NOME POPULAR
Rabanete, Rábano, Rabanete-das-hortas, rábano, nabo-chines, rábano-curto. O nome vem do castelhano rábano.
PARTE USADA: Raiz
PRINCÍPIO ATIVO
Vitaminas A, B1, B2, B5 e C. Sais minerais: Potássio, sódio e magnésio. Possui também ferro.
PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS
Asma, distúrbios do sinus, eczema, membranas mucosas, eliminação de catarro, excesso de peso e tireóide.
INDICAÇÃO
*As partes aéreas são usadas para estimular o apetite e as funções digestivas em geral. Ajuda também na diurese, contra o escorbuto, nas afecções da vesícula biliar, nas obstruções hepáticas e previne a formação de cálculos renais.
*As folhas esmagadas e misturadas com óleo de amêndoa indica-se para combater a surdez.
*As sementes auxiliam na eliminação de vermes intestinais e a melhorar o aspecto da pele.
*Com os rabanetes prepara-se um xarope considerado bastante eficiente contra a coqueluche e a tosse persistente.
*Essa hortaliça tem o poder de restaurar e fortificar as membranas das mucosas, e aliviar dores de garganta. Pode ser usada em sucos com outros ou em saladas.
*O rabanete é diurético, expectorante, antiescorbútico, purifica o sangue e é excelente para o fígado.
*Também usado como afrodisíaco, segundo a medicina popular, com excelente resultado.
PREPARO DE XAROPE
Xarope para coqueluche e tosse: um rabanete grande, lavar e enxugar. Cortar a parte próxima às folhas (uma tampa), e retirar o miolo deixando somente a casca (vai ficar oco). Pegar a polpa retirada e misturar bem com açúcar, usar um garfo para esmagar bem. A quantidade de açúcar é a mesma da polpa retirada. Após esmagar, coloque esta mistura dentro da casca (invólucro) e tape com aquele pedaço que você cortou no início. Deixe uma noite em repouso . Ao acordar tome 2 colherinhas em jejum e o restante durante o dia. Suspenda o uso quando a tosse diminuir ou parar.
DESCRIÇÃO BOTÂNICA
O rabanete é uma hortaliça anual, de ciclo curto, produz uma raiz tuberosa com formato arredondado ou alongado, a cor da casca avermelhada e da polpa, branca. Raízes tuberosas são aquelas que acumulam reservas da planta. Planta de pequeno porte, não ultrapassa 30 centímetros de altura, e suas folhas são bem recortadas, ovaladas verde-escuras, com estrias vermelhas. As plantas se desenvolvem bem e produzem raízes tuberosas redondos, alongados e cilíndricos; de diversas cores: vermelhos, rosados, arroxeados, cinzentos ou brancos; e com tamanhos que variam entre 2 e 5 cm de diâmetro. sabor adocicado, com sabor refrescante e picante
ORIGEM: Ásia e Europa
COMPOSIÇÃO
Valor Nutricional do Rabanete cru
Quantidade 4 rabanetes (18g)
Água (%).................................................. 95
Calorias...................................................... 5
Proteína (g)..................................... Traços
Gordura (g) .....................................Traços
Ácido Graxo Saturado (g)............. Traços
Ácido Graxo Monoinsaturado (g).Traços
Ácido Graxo Poliinsaturado (g).... Traços
Colesterol (mg) ........................................0
Carboidrato (g) ........................................1
Cálcio (mg)............................................... 4
Fósforo (mg) ............................................3
Ferro (mg)............................................ 0,1
Potássio (mg)........................................ 42
Sódio (mg)............................................... 4
Vitamina A (UI)............................ Traços
Vitamina A (Retinol Equiv.)........ Traços
Tiamina (mg)................................ Traços
Riboflavina (mg)............................... 0,01
Niacina (mg)........................................ 0,1
Ácido Ascórbico (mg)............................ 4
MODO DE USAR
Podem ser usados na forma crua ou em saladas
Fontes:
pt.wikipedia.org
emedix.com.br
globoruraltv.globo.com
plantaservas.hpg.ig.com.br
Formatação e pesquisa:HRubiales

Nenhum comentário:

Postar um comentário