PLANTAS MEDICINAIS

As plantas consideradas medicinais, contém substâncias bio-ativas com propriedade terapêuticas, profilática e paliativa, conhecidas desde os tempos remotos. Essas plantas são utilizadas pela medicina atual, chamada fitoterápia e suas propriedades são estudadas nos laboratórios farmacêuticos, a fim de isolar as substâncias que lhe conferem propriedades curativas. Muitas destas plantas são venenosas ou tóxicas, devendo ser usadas em doses muito pequenas para terem o efeito desejado. Toda a planta, mesmo alimentícia, pode ser potencialmente tóxica dependendo da dosagem.

PASSE O CURSOR SOBRE A FOTO PARA LER (NÃO CLIQUE)

TEMÁTICA

As plantas medicinais são utilizadas pela medicina atual (fitoterapia). Entretanto, a planta “in natura” ou pré porcessada utilizada pela população sem recomendação médica é uma prática denominada “Medicina Popular” e obviamente tem seus riscos, como a dificuldade em se estabelecer dose, posologia e, em alguns casos, a verdadeira identidade de algumas espécies.

Desta forma, este espaço apresenta o uso das plantas medicinais como alternativa terapêutica e para tanto, deve ser acompanhada por um profissional da saúde.



LED Scroller Generator

As informações aqui contidas não têm caráter de aconselhamento e muito menos de diagnóstico, apenas informativa. Consulte sempre um profissional da saúde para qualquer tipo de informação.

4 de nov de 2009

CAMBUCI - Campomanesia phaea - Propriedades Medicinais - 63







Flor
Fruto
Árvore
CAMBUCI
FAMÍLIA: Mirtáceas
NOME CIENTÍFICO: Campomanesia phaea
(sinonímia: Abbevillea phaea, Paivaea langsdorffii)
NOME POPULAR: cambuci, cambucizeiro
PARTE USADA:Fruto
PRINCÍPIO ATIVO
PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS
INDICAÇÃO
DESCRIÇÃO BOTÂNICA
Cambuci vem da palavra tupi-guarani para pote de água.
O cambucizeiro é uma árvore perene, porte médio de 3 a 5 metros de altura e o tronco sofre descamamento periódico, como ocorre com a maioria das plantas da mesma família botânica. As suas folhas são simples, verdes, bordas lisas e com forma alongada de 7 a 10 centímetros de comprimento por 3 a 4 centímetros de largura. As flores de cor branca, grandes, são formadas isoladamente na região de inserção das folhas nos ramos. Os frutos arredondados, achatados nas extremidades e na região central, contém um anel saliente. Esse formato lembra um disco voador. Tanto verdes quanto maduros, eles são de cor verde. Os maduros apresentam polpa carnosa, mole, perfumada, doce e ácida. Cada fruto contém muitas sementes pequenas, brancas e achatadas. As condições favoráveis ao seu desenvolvimento são: temperatura amena a não muito quentee solos não sujeitos à inundação. A propagação é feita por sementes.
ORIGEM: Brasil – Mata Atlântico da Serra do Mar
COMPOSIÇÃO

Água...........................................88,80 %
Ph.....................................................2,91
Fibras............................................4,00%
Proteína.........................................0,44%
Carboidratos totais .......................5,00%
Lipídios .........................................1,53%
ácido ascórbico ...........33,37 mg 100 g-1
sódio ...............................171,50 mg kg-1
potássio ..........................622,65 mg kg-1
fósforo ...........................123,69 mg kg-1
magnésio ........................42,08 mg kg-1
cálcio ................................61,26 mg kg-1
MODO DE USAR
Usada para fazer sucos, doces e licores
Fontes
arvoresdesaopaulo.wordpress.com
globoruraltv.globo.com
comciencia.br/reportagens/2005/09/12.shtml
pt.wikipedia.org
Formataçao e pesquisa:HRubiales

Nenhum comentário:

Postar um comentário