PLANTAS MEDICINAIS

As plantas consideradas medicinais, contém substâncias bio-ativas com propriedade terapêuticas, profilática e paliativa, conhecidas desde os tempos remotos. Essas plantas são utilizadas pela medicina atual, chamada fitoterápia e suas propriedades são estudadas nos laboratórios farmacêuticos, a fim de isolar as substâncias que lhe conferem propriedades curativas. Muitas destas plantas são venenosas ou tóxicas, devendo ser usadas em doses muito pequenas para terem o efeito desejado. Toda a planta, mesmo alimentícia, pode ser potencialmente tóxica dependendo da dosagem.

PASSE O CURSOR SOBRE A FOTO PARA LER (NÃO CLIQUE)

TEMÁTICA

As plantas medicinais são utilizadas pela medicina atual (fitoterapia). Entretanto, a planta “in natura” ou pré porcessada utilizada pela população sem recomendação médica é uma prática denominada “Medicina Popular” e obviamente tem seus riscos, como a dificuldade em se estabelecer dose, posologia e, em alguns casos, a verdadeira identidade de algumas espécies.

Desta forma, este espaço apresenta o uso das plantas medicinais como alternativa terapêutica e para tanto, deve ser acompanhada por um profissional da saúde.



LED Scroller Generator

As informações aqui contidas não têm caráter de aconselhamento e muito menos de diagnóstico, apenas informativa. Consulte sempre um profissional da saúde para qualquer tipo de informação.

15 de fev de 2011

ERVA-MATE - Ilex paraguensis - Propriedades Medicinais - 80

Ficheiro:Ilex paraguariensis - Yerba mate - desc-leaves.jpg



FAMILIA
Aquifoliaceae
NOME CIENTÍFICO
Ilex paraguensis
NOME POPULAR
Mate, cha-mate, chá-do-paraguai, chá-dos-jesuítas, erva e tereré.
PARTES USADAS
Folhas
PRINCÍPIO ATIVO
Cafeína, teofilina e teobromina que são três alcalóides, estreitamente relacionados. Ainda copntém taninos e ácido clorogênico.
PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS
Estimulante do corpo e do cérebro, diurética, digestiva, laxativa, redutora de tensão, sudorífera, analgésica, atua em problemas renais e encefalia. Esta erva dá vitalidade às pessoas, resistência ao cansaço físico. Ativa a circulação sangüínea, por isso alguns a consideram afrodisíaca.
INDICAÇÕES
O chimarrão, ou mesmo o chá mate, auxilia na circulação sangüínea, ativando-a e conseqüentemente, melhorando as atividades cerebrais. Tomado após as refeições, estimula a digestão e é laxativo. Banhos aquecidos de chá das folhas embelezam a pele.
DESCRIÇÃO BOTÂNICA
A árvore é de bonito porte, frondosa, chegando à altura de até 6 metros, com folhas lisas, largas, alternas, ovaladas, serrilhadas e rijas. Suas flores são miúdas e de cor branca, possuindo 4 pétalas. Seus frutos, são miúdas bagas vermelhas que possuem 4 sementes.

ORIGEM
Nativa do Brasil, adapta-se em climas tropicais e sub-tropicais, em especial nos estados da região sul do Brasil e no Mato Grosso, além do Chile, Peru, Paraguai e Argentina, onde é considerada planta silvestre
COMPOSIÇÃO
Destaca-se a cafeína; o teor na erva atinge em média 1,60%, enquanto que nas infusões o valor méduio é de 1,10%
MODO DE USAR
Infusão – 1 litro de água fervente para 20 a 40 g de folhas. Tampar e deixar 5 minutos. Beber no máximo 3 xícaras ao dia. É digestivo e laxativo.

Decocção – um litro de água para 20 g de ervas. Ferver por 10 minutos. Misturar à água do banho.

Compressas - Aplicando em compressas nas partes afetadas, é cicatrizante, anti-séptico e age contra queimaduras.
PRECAUÇÕES
O chá mate não deve ser consumido em demasia, podendo causar dependência devido à cafeína e à teobromina. Pode causar efeitos tóxicos no SN, bem como na gravidez, danos ao feto com a diminuição do seu crescimento.
Chimarrão quente tem sido associado ao câncer de boca e de esôfago

CURIOSIDADES
No sul do país, mais entre os gaúchos, o seu uso é constante, desde de manhã até a tarde e à noite. Não passam sem o uso da erva-mate.
Formatação: HRubiales
Fontes:
pt.wikipedia.org
Naturezacelestial.wordpress.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário